Introdução a Atos

Boas Novas para todos os povos

Uma explosão que ainda está abalando o mundo

Como ler Atos

Depois de sua morte, o ministério de Jesus continuou na vida da igreja primitiva e continua até o dia de hoje através das vidas de Seu povo. Atos é a história daqueles primeiros fiéis, que buscaram pôr em prática o que significava viver os ensinamentos missionais de Jesus em seus dias através do poder do Espírito Santo. A história deles é um encorajamento para nós: apesar das dificuldades, a igreja pode sobreviver e até mesmo crescer. Transformação, avivamento e crescimento da igreja vem, não apenas através de esforços humanos, mas através da parceria com o Espírito Santo.
Trinta anos de história são cobertos nesse livro, e mesmo assim cada página é repleta de detalhes preciso e descrições dramáticas. Os capítulos de abertura contam como a igreja começou a ser multiplicada, através da presença e do poder do Espírito. Um crescimento dinâmico começou a acontecer conforme o evangelho rompeu antigos muros culturais entre judeus e gentios. A Igreja então expandiu seu testemunho geograficamente muito além de Jerusalém. Pedro e Paulo são os personagens-chave nessas histórias: Pedro como a ancora para os crentes judeus em Jerusalém, e Paulo avançando em novas frentes, como o primeiro missionário da igreja aos gentios.
Nós herdamos a promessa e o mandato que Jesus confiou para esses primeiros crentes. O mesmo Espírito Santo age hoje tanto quanto em Atos, e ainda trabalha em nossas histórias. Então que possamos seguir o zelo e a fé de nossos antigos irmãos e irmãs na fé. Agora é a nossa vez de sermos suas testemunhas "até nos lugares mais distantes da terra" (Atos 1:8).

Quem escreveu este livro e quando?

Lucas, o autor do evangelho que leva seu nome, escreveu Atos por volta de 63-70 d.C. Os livros de Lucas e Atos correspondem a quase ¼ do Novo Testamento

Para quem foi escrito e Porquê?

Como um historiador, Lucas escreveu para Teófilo (um nome que significa "amante de Deus") para contar o que aconteceu depois que Jesus ressuscitou. Atos é o segundo volume das Boas Novas - a sequencia do Evangelho. Nele, Lucas explicou o incrível crescimento do Cristianismo, talvez para legitimizar a igreja para autoridades civis ou para confirmar a fé de crentes. Lucas também pode ter tido a intenção de ajudar os crentes a entender como o Espírito estava trabalhando para acabar com o conflito histórico entre judeus e gentios.

Observações da Sourceview

Há dois atores principais em Atos: Pedro e Paulo. Pedro fala 33 vezes (2.493 palavras) - 30 vezes sozinho e 3 vezes junto com outros. Paulo fala 56 vezes (3.922 palavras) - 56 vezes sozinho e 1 vezes com outros. As palavras deles correspondem a mais de ¼ do texto de Atos (Pedro, com 10% e Paulo, com 16%). Observe estes paralelismos:


Paralelos entre Pedro e Paulo em Atos
Ambos... Pedro Paulo
Curam um aleijado de nascença 3:6 14:10
sofreram conspiração 4:1-3; 5:17-18; 12:2-5 9:23-25,29; 13:45-50; 14:19; 16:19-39; 17:5-9,13; 19:23-41; 20:3; 21:27-35; 23:12-15; 25:2-3
Testificam diante do alto conselho Judeu 4:5-22; 5:17-41 22:30-23:10
fazem milagres estraordinários 5:15-16 19:11-12
são libertos de forma sobrenatural da prisão 5:18-25; 12:6-16 16:23-40
Pregam com ousadia em meio a perseguição 5:21 14:20
oram pelo Batismo do Espírito Santo 8:17 19:6
têm um encontro com um feiticeiro 8:18-24 13:8-11
ressussitam mortos 9:36-42 20:7-12
têm uma visão "gentílica" 10:10-16 16:9-10
são adorados por homens 10:25 14:11-18
Pregam para moradores da casa de um oficial Romano 10:24 16:31
“conversão” contada 1ª vez 10:1-47 9:1-22
“conversão” contada 2ª vez 11:4-18 22:3-21
“conversão” contada 3ª vez 15:7-11 26:2-23

Leia e reflita nos maiores discursos dos dois atores principais, observando as similaridades e diferenças entre eles. Os principais discursos de Pedro são:


  • Sua mensagem no templo de Jerusalém no dia de Pentecostes (Simão Pedro 2-6);
  • Sua mensagem no templo de Jerusalém depois de curar um homem que era manco de nascença. (Simão Pedro 8-10);
  • Seu testemunho para os crentes em Jerusalém depois do encontro com Cornélio (Simão Pedro 25-26).

Os principais discursos de Paulo são:


  • Sua mensagem na sinagoga de Antioquia da Pisídia na primeira viagem missionária (Paulo 4-5);
  • Seu testemunho no templo de Jerusalém no momento de sua prisão (Paulo 27-30)
  • Seu testemunho em Cesaréia diante de Herodes Agripa e o Governador Pôncio Festo (Paulo 48).

Além de Paulo e Pedro, há outros 61 papéis falados em Atos, inclusive indivíduos e grupos, humanos, demoniacos e angelicais. Essas seções azuis de Atos correspondem a 30% do livro. As três falas em azul mais longas são:


  • A mensagem de Estevão em Jerusalém quando estava sendo julgado diante do Alto Conselho Judeus (Estevão 1);
  • A explicação de Festo para Herodes Agripa sobre o caso de Paulo (Governador Pôncio Festo 4-5);
  • A decisão de Tiago na conclusão do conselho de Jerusalém (Tiago, o irmão de Jesus 1).

Temporary demo of the NTLH in the SourceView format
Copyright permission in process
Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Copyright 2000 Sociedade Bíblica do Brasil.
Todos os direitos reservados

© 2018 SourceView LLC.
11