Ascenção e Pentecoste

Atos 1:1-2:47

11Prezado Teófilo,
No primeiro livro que escrevi, contei tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o começo do seu trabalho 2até o dia em que ele foi levado para o céu. Antes de ir para o céu, ele deu ordens, pelo poder do Espírito Santo, aos homens que ele havia escolhido como apóstolos. 3Depois da sua morte, Jesus apareceu a eles de muitas maneiras, durante quarenta dias, provando, sem deixar dúvida nenhuma, que estava vivo. Os apóstolos viram Jesus, e ele conversava com eles a respeito do Reino de Deus. 4Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem:

Jesus

Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai lhes dê o que prometeu, conforme eu disse a vocês. 5Pois, de fato, João batizou com água, mas daqui a poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo.

6Certa vez, os apóstolos estavam reunidos com Jesus. Então lhe perguntaram:

Pedro e os Apóstolos

É agora que o senhor vai devolver o Reino para o povo de Israel?

7Jesus respondeu:

Jesus

Não cabe a vocês saber a ocasião ou o dia que o Pai marcou com a sua própria autoridade. 8Porém, quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até nos lugares mais distantes da terra.

9Depois de ter dito isso, Jesus foi levado para o céu diante deles. Então uma nuvem o cobriu, e eles não puderam vê-lo mais. 10Eles ainda estavam olhando firme para o céu enquanto Jesus subia, quando dois homens vestidos de branco apareceram perto deles 11e disseram:

Dois Anjos

Homens da Galiléia, por que vocês estão aí olhando para o céu? Esse Jesus que estava com vocês e que foi levado para o céu voltará do mesmo modo que vocês o viram subir.

12Então os apóstolos desceram o monte das Oliveiras e voltaram para Jerusalém (o monte fica mais ou menos a um quilômetro da cidade). 13Quando chegaram à cidade, eles foram até a sala onde estavam hospedados, a qual ficava no andar de cima da casa. Os apóstolos eram estes: Pedro, João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o nacionalista, e Judas, filho de Tiago. 14Eles sempre se reuniam todos juntos para orar com as mulheres, a mãe de Jesus e os irmãos dele.
15Num desses dias de reunião, estavam presentes mais ou menos cento e vinte seguidores de Jesus. Nessa reunião Pedro se levantou e disse:

Simão Pedro

16Meus irmãos, tinha de acontecer aquilo que o Espírito Santo, por meio de Davi, disse nas Escrituras Sagradas a respeito de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam Jesus. 17Judas era do nosso grupo e foi escolhido para tomar parte no nosso trabalho.

18(Com o dinheiro que tinha recebido pelo seu crime, Judas comprou um terreno. Nesse terreno ele caiu e se arrebentou, e os seus intestinos se esparramaram. 19Todos os moradores de Jerusalém ficaram sabendo disso. Por isso deram àquele terreno o nome de "Aceldama", que na língua deles quer dizer "Campo de Sangue.")
20E Pedro continuou:

Simão Pedro

Isto é o que está escrito no Livro dos Salmos:
"Que a casa dele fique abandonada,
e ninguém mais more nela!"
E também diz:
"Que outra pessoa faça o trabalho que ele fazia!
21-22Portanto, precisamos escolher outro homem para pertencer ao nosso grupo e ser testemunha junto conosco da ressurreição do Senhor Jesus. Deve ser um daqueles que nos acompanharam durante o tempo em que o Senhor Jesus andou entre nós, desde que foi batizado por João até o dia em que foi levado para o céu.

23E foram apresentados dois homens: José, chamado Barsabás, que tinha o apelido de Justo, e Matias. 24Em seguida oraram, dizendo:

Crentes de Jerusalém

Senhor, tu conheces o coração de todos. Mostra agora qual dos dois escolheste 25para trabalhar conosco como apóstolo, pois Judas abandonou este trabalho e foi para o lugar que ele merecia.

26Depois fizeram um sorteio para escolher um dos dois. O nome sorteado foi o de Matias, que se juntou ao grupo dos onze apóstolos.
21Quando chegou o dia de Pentecostes, todos os seguidores de Jesus estavam reunidos no mesmo lugar. 2 De repente, veio do céu um barulho que parecia o de um vento soprando muito forte e esse barulho encheu toda a casa onde estavam sentados. 3 Então todos viram umas coisas parecidas com chamas, que se espalharam como línguas de fogo; e cada pessoa foi tocada por uma dessas línguas. 4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, de acordo com o poder que o Espírito dava a cada pessoa.
5 Estavam morando ali em Jerusalém judeus religiosos vindos de todas as nações do mundo. 6 Quando ouviram aquele barulho, uma multidão deles se ajuntou, e todos ficaram muito admirados porque cada um podia entender na sua própria língua o que os seguidores de Jesus estavam dizendo. 7 A multidão ficou admirada e espantada e comentava:

Judeus de muitas Nações

Estas pessoas que estão falando assim são da Galiléia! 8Como é que cada um de nós as ouvimos falar na nossa própria língua? 9Nós somos da Pártia, da Média, do Elão, da Mesopotâmia, da Judéia, da Capadócia, do Ponto, da província da Ásia, 10da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia que ficam perto de Cirene. Alguns de nós são de Roma. 11Uns são judeus, e outros, convertidos ao Judaísmo. Alguns são de Creta, e outros, da Arábia. E como é que todos estamos ouvindo essa gente falar em nossa própria língua a respeito das grandes coisas que Deus tem feito?

12Todos estavam admirados, sem saberem o que pensar, e perguntavam uns aos outros:

Judeus de muitas Nações

O que será que isso quer dizer?

13Mas outros zombavam, dizendo:

Judeus de muitas Nações

Esse pessoal está bêbado!

14Então Pedro se levantou, junto com os outros onze apóstolos, e em voz bem alta começou a dizer à multidão:

Simão Pedro

Meus amigos judeus e todos vocês que moram em Jerusalém, prestem atenção e escutem o que eu vou dizer! 15Estas pessoas não estão bêbadas, como vocês estão pensando, pois são apenas nove horas da manhã. 16O que, de fato, está acontecendo é o que o profeta Joel disse:
17'É isto o que eu vou fazer nos últimos dias — diz Deus —:
Derramarei o meu Espírito sobre todas as pessoas.
Os filhos e as filhas de vocês anunciarão a minha mensagem;
os moços terão visões, e os velhos sonharão.
18Sim, eu derramarei o meu Espírito sobre os meus servos e as minhas servas,
e naqueles dias eles também anunciarão a minha mensagem.
19Em cima, no céu, farei com que apareçam coisas espantosas;
e embaixo, na terra, farei milagres.
Haverá sangue, e fogo, e nuvens de fumaça;
20o sol ficará escuro, e a lua se tornará cor de sangue,
antes que chegue o grande e glorioso Dia do Senhor.
21Então todos os que pedirem a ajuda do Senhor serão salvos.'

22Pedro continuou:

Simão Pedro

Homens de Israel, escutem o que eu vou dizer. Deus mostrou a vocês que Jesus de Nazaré era um homem aprovado por ele. Pois, por meio de Jesus, Deus fez milagres, maravilhas e coisas extraordinárias no meio de vocês, como vocês sabem muito bem. 23Deus, por sua própria vontade e sabedoria, já havia resolvido que Jesus seria entregue nas mãos de vocês. E vocês mesmos o mataram por mãos de homens maus, que o crucificaram. 24Mas Deus ressuscitou Jesus, livrando-o do poder da morte, porque não era possível que a morte o dominasse. 25Pois Davi disse a respeito de Jesus o seguinte:
'Eu via sempre o Senhor comigo porque ele está ao meu lado direito, para que nada me deixe abalado.
26Por isso o meu coração está feliz,
e as minhas palavras são palavras de alegria;
e eu, um ser mortal, vou descansar cheio de esperança,
27pois tu, Senhor, não me abandonarás no mundo dos mortos.
Eu tenho te servido fielmente,
e por isso não deixarás que eu apodreça na sepultura.
28Tu me tens ensinado os caminhos que levam à vida,
e a tua presença me encherá de alegria.'

29E Pedro disse mais isto:

Simão Pedro

Meus irmãos, eu preciso falar claramente com vocês a respeito do patriarca Davi. Esse grande líder morreu e foi sepultado, e o seu túmulo se encontra aqui até hoje. 30Ele era profeta e sabia que Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes seria rei, como ele. 31Davi sabia o que Deus ia fazer e por isso falou a respeito da ressurreição do Messias. Davi disse:
'Ele não foi abandonado no mundo dos mortos,
nem o seu corpo apodreceu na sepultura.'
32Deus ressuscitou este Jesus, e todos nós somos testemunhas disso. 33Pois Jesus foi levado para sentar-se ao lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia prometido. E Jesus derramou sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e ouvindo agora. 34Pois Davi não subiu para o céu, mas ele mesmo afirmou:
'O Senhor Deus disse ao meu Senhor:
'Sente-se do meu lado direito,
35até que eu ponha os seus inimigos como estrado debaixo dos seus pés.‘'
36Todo o povo de Israel deve ficar bem certo de que este Jesus que vocês crucificaram é aquele que Deus tornou Senhor e Messias.

37Quando ouviram isso, todos ficaram muito aflitos e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos:

Judeus de muitas Nações

Irmãos, o que devemos fazer?

38Pedro respondeu:

Simão Pedro

Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo. 39Pois essa promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, isto é, para todos aqueles que o Senhor, nosso Deus, chamar.

40Pedro continuou a dar o seu testemunho e, com muitas outras explicações, procurou convencê-los, dizendo:

Simão Pedro

Saiam do meio dessa gente má e salvem-se!

41Muitos acreditaram na mensagem de Pedro e foram batizados. Naquele dia quase três mil se juntaram ao grupo dos seguidores de Jesus. 42E todos continuavam firmes, seguindo os ensinamentos dos apóstolos, vivendo em amor cristão, partindo o pão juntos e fazendo orações.
43Os apóstolos faziam muitos milagres e maravilhas, e por isso todas as pessoas estavam cheias de temor. 44Todos os que criam estavam juntos e unidos e repartiam uns com os outros o que tinham. 45Vendiam as suas propriedades e outras coisas e dividiam o dinheiro com todos, de acordo com a necessidade de cada um. 46Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. E nas suas casas partiam o pão e participavam das refeições com alegria e humildade. 47Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. E cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iam sendo salvas.

COMPARAÇÃO, CONTRASTE E REPETIÇÃO

  • Comparar é associar dois ou mais personagens, ideias ou situações. Você consegue discutir comparações feitas pelo autor dessa história? Porque você acha que o autor fez essa comparação?
  • Comparar é associar dois ou mais personagens, ideias ou situações. Você consegue discutir comparações feitas pelo autor dessa história? Porque você acha que o autor fez essa comparação?
  • Separem um tempo para observar palavras repetidas ou conceitos que você encontrou nessa história.
  • Por favor separe um tempo para escrever uma oração curta para Deus respondendo ao que você descobriu através dessas comparações, constrastes e repetições.
Temporary demo of the NTLH in the SourceView format
Copyright permission in process
Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Copyright 2000 Sociedade Bíblica do Brasil.
Todos os direitos reservados

© 2018 SourceView LLC.
11